Posted on

Você sabia que  a política nacional de resíduos sólidos (PNRS), lei federal, torna obrigatório aos geradores de resíduos sólidos, responsáveis pela adequada destinação?  O emprego geotécnico de sedimentos contaminados, nasceu da necessidade municipal  de dar fim a estes materiais, o que coincide com a exigência de insumos para o aproveitamento de terrenos alagados, via melhoramento de solos argilosos.

Estes insumos, que podem ser areias siltosas ou argilosas, enquadram-se facilmente na gama dos sedimentos do desassoreamento de corpos hídricos municipais, quase sempre levando o rótulo “contaminados”. Desta maneira, está se tornando rotina esta inteligente prática, na medida em que seu beneficiamento e “blendagem”, processos de transformação do resíduo, via mistura com produtos que descaracterizam o resíduo contaminante, dando um destino ambientalmente correto, atendendo a PNRS. 

É bem fácil entender que, a partir da neutralização da matriz contaminante, com agentes tipicamente alcalinos e aglomerantes, cria-se um material potencialmente útil para o melhoramento de solos argilosos moles. Exatamente, pois o material, então, é bombeado para o interior do solo argiloso, tornando-o rígido. Desta forma, a matriz contaminante fica duplamente neutralizada, tanto pela “blendagem”, como pela inserção dentro da massa argilosa impermeável. 

Logicamente, trata-se de medida ambientalmente correta, na medida em que otimiza ainda mais os recursos municipais, para o gerenciamento de resíduos periódicos, com a necessidade de se valorizar áreas alagadas, geralmente de comunidades carentes que, a partir daí, viabiliza-se a criação da tão sonhada infraestrutura. Por outro lado, desafoga os caros aterros sanitários municipais, disposição final de resíduos sólidos, provenientes de residenciais, industriais e construções, que não tem mais possibilidade de serem reaproveitados, exatamente por que mais de 5500 municípios brasileiros não dispõe de recursos técnico-financeiros para solucionar questões relativas ao mau gerenciamento de sedimentos de desassoreamento. 

Boa leitura.