Quem Somos

A Soft Soil Brazilian Review é uma revista digital, sintonizada com que acontece de melhoramento de solos moles no Brasil, apresentando particularidades, as soluções praticadas e, evidentemente, o desenvolvimento do serviço. Nesta primeira edição, começamos abordando a desejável matéria “Melhoramento do solo mole”, estabelecendo os dois conceitos existentes e suas  particularidades. Esta matéria nasceu da real necessidade de informar a pouco que se sabe a este respeito. Ou seja, as duas opções de tratamento profundo de solos moles – a que efetivamente modifica as características do solo mole, estabelecendo parâmetros bem superiores de resistência e rigidez, fazendo com que suporte integralmente as futuras cargas e a que estabelece colunas para transferir a totalidade do carregamento, desprezando efetivamente a potencialidade do  solo mole. A segunda matéria apresenta particularidades interessantes a respeito de solos orgânicos e turfosos que colaboram, efetivamente, para a condição mole do solo. A terceira matéria nasceu com o atual advento da expansão portuária, tanto fluvial quanto marítima, e a desafiadora de modificar a condição do solo mole, de modo a satisfazer uma série de requisitos geotécnicos.
A quarta matéria será, sempre, um caso de obra. Nesta edição este primeiro caso, após o melhoramento do solo, levantaram-se os aterros de encontro dos viadutos. Um processo deformativo localizado estabeleceu-se apenas sob uma das paredes de contenção, embora o campo dos aterros apresentasse ausência de deformação no solo.